Conhecer a nossa COMUNIDADE

sexta, 14 março 2014 23:30 Escrito por 
Classifique este item
(0 votos)

A fundação da Cooperativa de Habitação dos Funcionários Judiciais, C.R.L.

Tendo por base a necessidade de todos nós conhecermos a origem da nossa comunidade, para melhor nos inserirmos e defendermos o espaço que habitamos, é importante saber como trabalharam e que caminhos percorreram aqueles que, durante muitos anos, foram lançando as bases que tornaram possível a concretização do projecto de construção das nossas residências.

Tendo por base os relatos efectuados pelas actas da Direcção e das Assembleias Gerais da Cooperativa, procuraremos, ao longo da edição destes boletins, efectuar algumas transcrições, sintetizando e realçando os aspectos mais marcantes do processo de construção. Assim na primeira acta pode ler-se: “Aos sete dias do mês de Janeiro de 1989, foi realizada a primeira Assembleia Geral, tendo como ordem de trabalhos a discussão e aprovação dos Estatutos da Cooperativa, a eleição dos Corpos Sociais e ainda a discussão de outros assuntos de interesse.” Constituíram, então, a mesa da Assembleia Geral Joaquim Eugénio Seixas, Sebastião Joaquim Martins e Franklim Alves Teixeira. Estiveram ainda presentes nesta Assembleia, segundo o seu relato, trinta associados que não foram identificados. O reduzido número de associados foi suficiente para aprovar os estatutos na sua forma original, mas considerado exíguo para a eleição dos Corpos Gerentes pelo que foi designada uma nova data para a realização destas eleições. Nesta Assembleia foi ainda constituída uma Comissão de Trabalho da qual constaram os seguintes elementos: Joaquim Eugénio Nascimento Seixas, Franklim Alves Teixeira, Sebastião Joaquim de Oliveira Monteiro, José Albertino Novais de Sousa, Maria Otília Teixeira Barbosa e Avelino Neves Duarte e que ficou responsável pela condução das actividades da Cooperativa, nomeadamente a admissão de novos sócios,

Em 26 de Janeiro de 1989, na presença de cento e um associados devidamente identificados, realizou-se a Assembleia Geral destinada à eleição dos Corpos Sociais e à discussão de outros assuntos. Foi apresentada uma lista única que era constituída pelos seguintes Associados: Dr. Jorge de Melo, sócio no72; Dr. Emílio Cabral, sócio no97; Rogério Sousa, sócio no35; Joaquim Eugénio Seixas, sócio no37; Sebastião Joaquim Monteiro, sócio no3; José A. Novais de Sousa, sócio no2; Otília Barbosa, sócia no81; Franklim Teixeira, sócio no 16; Avelino Duarte, (sem indicação do número de sócio) ; Luís Tapinha, sócio no39; Plácido Martins, sócio no23; Armindo Ferreira, sócio no 43; Vitor C. Marques, sócio no49 e Antunes Ferreira, sócio no4.

Esta lista foi apresentada em moção, de forma verbal, à Assembleia, que por unanimidade, se pronunciou a favor da sua eleição, tendo os elementos constituintes da referida lista, sido 

A acta constituinte não designa os cargos para o qual os membros foram eleitos, no entanto, qualquer cargo, neste caso, foi importante para o arranque daquilo que mais tarde se viria a tornar numa das mais importantes Cooperativas de Habitação da área metropolitana do Porto.empossados de imediato nas suas funções.

A justa homenagem aos cento e um associados que estiveram presentes nesta Assembleia bem como aos quatorze elementos que constituíram os primeiros corpos gerentes foi já efectuada pela Cooperativa, ao atribuir o nome genérico de Fundadores da Cooperativa à principal rua do nosso complexo habitacional. Por todo o trabalho até aqui desenvolvido, a todos o nosso obrigado! 

Ler 768 vezes Modificado em sexta, 14 março 2014 23:53